img-feed img-feed-email

A Pensão Vitalícia de Maitê Proença

O Brasil continua sendo um país de coisas inacreditáveis...
Segundo o colunista do yahoo, Walter Hupsel, a atriz e apresentadora Maitê Proença tem uma pensão vitalícia de 13 mil reais por ser filha de funcionário público e solteira.

Enquanto se "mostra" nos seus programas de TV como uma feminista de carteirinha, se utiliza de um subterfúgio extremamente machista para, digamos, complementar suas rendas.
Como cita Walter em sua coluna, uma lei complementar de 1978 garante o direito à pensão paras as filhas solteiras de servidores públicos, desde que não se casem nunca.
Conforme Maitê Proença já declarou em um livro, ela viveu uma relação estável por 12 anos. Ou seja não merecia mais receber a pensão (SPPrev, autarquia vinculada à Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo tentou retirar o benefício, mas não conseguiu).
O Brasil ainda continua sendo o país de se pregar "moral de cuecas". Criticamos algo, sem nos incluirmos no contexto. Alguns dias atrás o assunto era o absurdo aumento do legislativo, onde o povo ao ser perguntado sobre o assunto se demonstrava indignado, mas se questionado sobre se pudessem aumentar seus próprios salários, todos fariam sem o menor remorso.
É fácil ir para TV e pregar o feminismo, colocando as mulheres em posições até mesmo superiores a dos homens e ao mesmo tempo receber dinheiro de uma lei que considera as mulheres incapacitadas de prover seu próprio sustento. Isso é o Brasil e está é minha OPINIÃO SINGULAR.

Posts Recentes

Comentários Recentes

Seguidores


Free Web Counter
 
▲ TOPO ▲